Notícias

Luz e ambiente

Postada em 23/05/2018 às 13:44:22

Compartilhar:

A Luz Por AliadaLuz e Ambiente

Painéis de vidro e cortinas adequadas ajudam a controlar a incidência de luminosidade

Luz. Apenas isso. Um ambiente pode se tornar mais amplo e agradável mesmo quando há excesso de luminosidade. Não há motivo para grandes preocupações. Na verdade, hoje no mercado não faltam recursos para administrá-la.

Para tornar um casarão de 950 m2 mais aconchegante, o arquiteto mineiro Gustavo Penna recorreu a painéis de vidro no telhado. No interior da enorme casa, os espaços são invadidos pela luz natural. Através de uma clarabóia piramidal, a luz é refletida de diversas formas em paredes e pisos, de acordo com dia e horário.

A entrada de luz não vem apenas do teto. Os cômodos também recebem grandes portas de vidro, por toda a extensão da casa. Nas paredes com pé-direito muito alto, o arquiteto optou por pequenas aberturas próximas ao teto, também fechadas por vidro, que permitem maior claridade.

Os painéis de vidro devem estar dispostos de forma a proporcionar maior iluminação. Dessa forma, estarão em alinhamento com a posição do sol durante todo o dia, mas priorizando o período da manhã.

Os casos de excesso de luminosidade também merecem igual atenção, tendo nas cortinas um dos principais recursos. Cores e texturas permitem maior ou menor bloqueio de luz, tornando os ambientes mais agradáveis, mesmo nos dias mais quentes.

Atenção no momento de escolha dos vidros. Tijolos e telhas de vidro, portas e janelas, painéis. As opções são muitas, mas a qualidade do material também interfere no resultado desejado. Uma opção é o Climason, da Santa Marina Vitrage, um tipo de duplo envidramento termoacústico, encontrado em diversas espessuras e cores. Apresenta ainda uma película que retém os raios UVA e UVB.

 

Fonte: Tudo sobre Imóveis

Outras notícias